Conselho Federal de Psicologia diz não à prática do trabalho infantil no Brasil

Postado em 12 jun, 2013 - Psicologia

1001645_596308053734390_39998247_nSociedade brasileira deve lutar veementemente para que as políticas de proteção integral à criança e ao adolescentes sejam cumpridas

No dia 12 de junho, Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) vem a público explicitar sua posição em defesa da garantia dos direitos de crianças e adolescentes e pedir que haja um esforço de todos os segmentos sociais, especialmente psicólogas e psicólogos brasileiras (os), para que seja erradicado o trabalho infantil no País.

O CFP reitera a posição política que a sociedade brasileira deve lutar veementemente para que as políticas de proteção integral e de prioridade absoluta estabelecidas na Constituição Federal, materializadas no Estatuto da Criança e do Adolescente e em outros documentos de direitos nacionais e internacionais sejam cumpridas e implementadas e que, somente, com a integralidade, a intersetorialidade e a universalidade das políticas de proteção teremos êxito na luta contra o trabalho infantil.

Veja aqui campanha da Organização Internacional do Trabalho (OIT): http://www.oitbrasil.org.br/node/850

Conheça o hotsite do CFP sobre a temática: http://criancaeadolescente.cfp.org.br