Maio: mês das noivas?

Postado em 1 mai, 2013 - Dicas Noivas
Fonte: http://www.sxc.hu/

Fonte: http://www.sxc.hu/

O mês de maio chegou e provavelmente você já deve ter ouvido falar que é o mês das noivas.

Mas você sabe o porquê?

Tudo indica que seja por uma tradição importada dos países do hemisfério norte, onde maio é um mês muito importante para os costumes populares, já que a chegada de maio é celebrada com muitas flores, em homenagem à natureza que refloresce sendo a plenitude da primavera. Ao longo dos séculos, esses elementos foram sendo associados à celebração do amor no casamento.

Em uma explicação mais histórica, que vem da Grécia antiga, diz que após o rigoroso inverno europeu o primeiro banho do ano era tomado em Abril, portanto, em Maio as noivas ainda encontravam-se limpinhas para a cerimônia de casamento.

Há também uma explicação religiosa, em que Maio é para os católicos o mês da consagração de Maria, mãe de Jesus, e por isso o favorito das noivas católicas.

De qualquer forma, o costume de realizar os casórios em maio anda perdendo força. Falamos um pouco sobre isto no post
Dezembro é o novo mês das noivas

Maio ainda conserva a tradição e a fama de ser o preferido das noivas, mas o mês vem perdendo espaço no calendário. Em 2011, maio ficou apenas na sexta posição da preferência dos casais que foram para o altar, de acordo com o estudo Estatísticas de Registro Civil. Em maio de 2011, o Brasil registrou 82,6 mil casamentos entre homens e mulheres, o que corresponde a 8% de todos os matrimônios ocorridos no País durante o ano.

No Brasil, um estudo da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), em São Paulo, mostrou que os paulistas preferem casar em dezembro, mês que concentrou 14,5% dos matrimônios de 2002. 

Além de ser o mês preferido dos paulistas, o mês com maior número de casamentos no Brasil é Dezembro, quando 123,6 mil casais foram para o altar, número que representa 12% do total. A segunda posição do ranking pertence a novembro, quando 99,1 mil casamentos foram realizados no Brasil. Por aqui, parece que a tradição cedeu lugar à praticidade: os entrevistados afirmaram que as férias de final de ano e o empurrãozinho do 13º salário foram decisivos na hora de escolher a data.

Fonte de pesquisa:

 ARRUDA, FABIO. (2009) Faça a festa e saiba o porquê: etiqueta e comportamento do carnaval ao reveillon. Editora: SENAC SP.

IBGE

Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados