Algumas tradições do casamento

Postado em 22 ago, 2013 - Dicas Noivas

O casamento é um dos ritos de passagem mais marcados pela existência de rituais e tradições, característicos das culturas e religiões de cada país. Embora o significado de cada um deles tenha mudado, a verdade é que alguns perduram na história.

Conheça alguns tais como a noiva levar bouquet, a origem da tradicional chuva de arroz, véu da noiva, entre outras.

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

Casamento No antigo sistema patriarcal, “os pais casavam os filhos”, uma vez que os pais tinham que ceder uma parte do seu patrimônio (casa e terras) para o sustento e a moradia da nova família. A cerimônia de casamento nasceu na Roma antiga, incluindo o ritual da noiva se vestir especialmente para a cerimônia, o que acabou por se tornar uma tradição. Foi igualmente em Roma que aconteceram as primeiras uniões de direito e a liberdade da mulher casar por sua livre vontade.

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

O Buquê da noiva O bouquet da noiva tem origem medieval. Os primeiros buquês de noivas incluíam não apenas flores, mas também ervas e temperos. Os mais populares geralmente com cheiro mais forte, como os alhos eram usados para espantar os maus espíritos. As flores tinham cada uma, seu significado: hera representava fidelidade; lírio a pureza; rosas vermelhas o amor; violetas a modéstia; não-te-esqueças-de-mim era o símbolo de amor verdadeiro; flores de laranja davam fertilidade e alegria ao casal.

Véu da noiva O uso do véu da noiva era um costume da antiga Grécia. Os gregos acreditavam que a noiva, ao cobrir o rosto, ficava protegida do mau-olhado das mulheres e da cobiça dos homens. Tinha ainda um significado especial para a mulher: separava a vida de solteira da vida de casada e futura mãe.

Grinalda O uso da grinalda permite que a noiva se distinga dos convidados, fazendo com que se pareça com uma rainha. Tradicionalmente, quanto maior a grinalda, maior é o símbolo de status e de riqueza.

Posição dos noivos no altar  A razão da noiva ficar sempre do lado esquerdo do seu noivo tem a sua origem nos anglo-saxões. O noivo, temendo a tentativa de rapto da noiva, deixava sempre o braço direito livre para tirar a sua espada.

Alianças A aliança representa um circulo, ou seja, uma ligação perfeita entre o casal. O círculo representava para os Egípcios a eternidade, tal como o amor, que deveria durar para sempre. Os Gregos, após a celebração do casamento, utilizavam anéis no dedo anelar da mão esquerda, acreditando que por esse dedo passa uma veia que vai direta ao coração. Mais tarde, os Romanos adotaram também esse costume, que se manteve até aos dias de hoje.

Chuva de arroz A chuva de arroz na saída dos noivas da cerimônia, tem origem asiática, onde o arroz é sinônimo de prosperidade. A tradição de atirar grãos de arroz sobre os noivos, após a cerimônia nupcial, teve origem na China, onde um Mandarim quis mostrar a sua riqueza, fazendo com que o casamento da sua filha se realizasse sob uma “chuva” de arroz. Hoje atiramos arroz aos noivos à saída da igreja como sinônimo de fertilidade, felicidade e prosperidade.
Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

Bolo de Casamento  Este costume vem desde o tempo dos romanos. O bolo da noiva é, desde há séculos, um símbolo de boa sorte e de festividade. No tempo dos Romanos, a noiva comia um pedaço de bolo, e exprimia o desejo de que nunca lhes faltasse o essencial para viverem. Atualmente, o corte do bolo constitui um dos momentos mais marcantes da festa. O noivo pousa as mãos sobre as da noiva para segurar a faca, procedendo juntos ao primeiro corte do bolo, simbolizando partilha e união. Segue-se a distribuição de fatias pelos convidados.

Moeda no sapato da Noiva Esse antigo costume servia para acalmar a deusa Diana. Segundo crenças, ela ficava nervosa quando uma mulher perdia a virgindade. A moeda servia para lhe esfriar os ânimos.

Cortar a gravata dos Noivos  É uma forma engraçada de levantar um dinheiro extra para os noivos. Padrinhos ou amigos vendem os pedacinhos da gravata em troca de uma pequena contribuição financeira.

Amêndoas distribuídas na recepção do casamento Os italianos acreditam que as amêndoas trazem felicidade aos noivos e que na Itália, é tradição os familiares comerem as amêndoas às vésperas do casamento dos filhos? Aqui no Brasil, os italianos ou seus descendentes, oferecem as amêndoas no final da cerimônia, ou enfeitada na forma de lembrancinha.

Noivo não pode ver a noiva antes do casamento Esse costume praticamente unânime. Em alguns países árabes a tradição é ainda mais radical, ou seja, o casamento é celebrado apenas entre homens, entre o pretendente e o pai da noiva. A noiva não participa, apenas aguarda num outro lugar. Há ainda quem diga que se o noivo ver a noiva antes de ela subir ao altar, o casamento não terá sucesso – melhor não tentar a sorte!
Fontes de pesquisa:

Comentários

  1. […] Grinalda: O uso da grinalda permite que a noiva se distinga dos convidados, fazendo com que se pareça com uma rainha. Tradicionalmente, quanto maior a grinalda, maior é o símbolo de status e de riqueza. […]