Conheça a síndrome do bebê sacudido

Postado em 29 jul, 2015 - Dicas Gestantes, Dicas Mamães

07.29Sacudir bebês pode causar lesões cerebrais e deixar sequelas. E não, não é mito nem exagero. A síndrome do bebê sacudido, recentemente renomeada para Abusive Head Trauma (AHT),  existe e ocorre quando a criança é submetida a movimentos abruptos que podem alterar a coluna com traumas na região cervical.

O que é

A Síndrome do Bebê Sacudido (Shaken Baby Syndrome) ou Traumatismo Craniano Abusivo (Abusive Head Trauma) é o termo que descreve uma série de sinais e sintomas que ocorrem em consequência da sacudida manual vigorosa do bebê, sustentando-o por suas extremidades ou pelos ombros, o que causa forças de aceleração do cérebro dentro do crânio, com consequentes lesões. O grau de dano cerebral depende da quantidade, duração do sacudir e das forças que resultarem em impacto na cabeça.

Para a American Academy of Pediatrics o Traumatismo Craniano Abusivo  inclui, para além do sacudir, o empurrar ou o choque violento da cabeça, as lesões neurológicas decorrentes do simples sacudir de forma intensa e continuada como acontece por vezes no embalar, no brincar ao “cavalinho” e no atirar ao ar mas mais frequentemente são o resultado de atos violentos perpetuados por um adulto cuidador incapaz de lidar com o choro persistente da criança. Da mesma forma, sacudir para repreender

O problema é mais comum entre bebês  abaixo dos 2 anos, porém crianças de até 5 anos podem manifestar o distúrbio. E na maioria dos casos, a síndrome do bebê sacudido se origina de episódios de violência, sobretudo quando se quer calar o choro do bebê. Mas qualquer movimento que faça a cabeça pender para frente e para trás é perigoso.

 

Sinais e sintomasinfografico bebe sacudido

Os sinais e sintomas variam bastante, podendo ser uma alterações neurológicas secundárias como irritabilidade, letargia, tremores e vômitos ou primárias como convulsões, coma, estupor e morte. A lesão pode ser pequena, passar despercebida na hora e as consequências aparecerem apenas com o tempo, como um déficit de aprendizado. Sacudir o bebê também traz risco de lesões na região cervical, o que pode deixar sequelas de paralisia.

As crianças com suspeita de síndrome do bebê sacudido devem ser levados ao médico  já que  estes traumas com frequência causam hemorragia e lesão cerebral, ainda que não haja sinais externos.

São portanto, consequências do Traumatismo Craniano Abusivo:

  • cegueira ou lesões oftalmológicas
  •  atraso no desenvolvimento neuropsicomotor
  • convulsões
  • lesões da coluna vertebral
  • lesões cerebrais
  • morte

Como evitar

São importantes as orientações prestadas por profissionais da saúde aos cuidadores (pais, babás, tios, avós, etc.) quanto aos riscos de se sacudir uma criança.

Nunca, nem por brincadeira, castigo ou por qualquer motivo, um bebê deve ser sacudido.

Vídeo da Children’s Trust Fund (legendado pelo Instituto Zero a Seis) sobre Prevenção da Síndrome do Bebê Sacudido

Fontes:

Abusive Head Trauma (Shaken Baby Syndrome)

Abusive Head Trauma: A New Name for Shaken Baby Syndrome

A Journalist’s Guide to Shaken Baby Syndrome: A Preventable Tragedy

Disability-Adjusted Life-Year Burden of Abusive Head Trauma at Ages 0–4