Como escolher um berço seguro para o bebê?

Postado em 30 set, 2013 - Dicas Gestantes, Dicas Mamães

[denoivaparamae]_post_05O Inmetro publicou no Diário Oficial a Portaria 269, que estabelece os requisitos obrigatórios de segurança para o Programa de Avaliação da Conformidade para berços infantis. A regulamentação, que atende aos requisitos das normas ABNT NBR 15860 (partes 1 e 2), tem como principal objetivo a prevenção de acidentes com crianças e bebês. No final de 2007, teste realizado pelo Inmetro reprovou todos os berços disponíveis no mercado brasileiro.

Os fabricantes terão prazo de 18 meses para se adequarem às novas regras, ou seja, até junho de 2013, todos os berços terão que sair das fábricas com o selo do instituto. Para as lojas , o prazo final é junho de 2014. As novas regras foram baseadas nas que estão em vigência na Europa e na tradução da norma ISO (organização internacional que aprova as regulamentações em todos os campos técnicos).

Juntamente com o Consumer Product Safety Commission dos Estados Unidos, o Inmetro assinou um Memorando de Entendimento que prioriza o interesse comum em imprimir elevado nível de segurança dos produtos de consumo nos mercados onde atuam, visando a harmonização de regulamentos e normas. A definição dos requisitos técnicos para berços é a primeira iniciativa bilateral.

 
Principais cuidados que os pais devem ter ao escolher um berço:

- observar a presença do Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro, que deve estar exposto no berço e na embalagem do produto;

- verificar se as bordas e partes salientes são arredondadas ou chanfradas e isentas de quaisquer rebarbas e arestas;

- rótulos e decalques colados não podem ser utilizados nas superfícies internas das laterais e extremidades do berço;

- uma vez dentro do berço, a criança não pode conseguir levantar a base do colchão ou a base do berço;

- as laterais móveis devem ser equipadas com um sistema de travamento;

- as instruções de uso devem ser estar em língua portuguesa;

- todos os berços devem ser permanentemente marcados com informações sobre a razão social, nome ou marca comercial registrada do fabricante, distribuidor ou varejista, juntamente com meios adicionais de identificação do produto;

- caso o colchão não seja uma parte integrante do berço, deverá existir uma marcação, na base do berço, recomendando o uso de colchões com espessura máxima permitida de 120mm conforme a ABNT NBR 13579-1.

 

Em relação às dimensões e à estrutura do berço:

- Não deve haver decalques ou adesivos nas superfícies internas do berço acessíveis a criança;

- Somente dois pés do berço devem ter rodinhas ou rodízios. Os outros dois deverão ser fixos. Se o berço tiver rodinhas nos quatro pés ou apoios, duas devem conter travas;

- Nos berços desmontáveis os parafusos não podem ser fixados diretamente na madeira, pois poderia desgastar a madeira fazendo com que surjam folgas e o berço possa ficar instável.

 

Com relação às laterais e paredes do berço:

- A altura das laterais e paredes do berço deve ser de, no mínimo, 60 cm a partir do estrado (na posição mais baixa). Caso contrário, existe o risco do bebê pular por cima da grade lateral ou das paredes;

- Qualquer espaço vazado ou distância entre duas barras no berço, deverá ser de no mínimo 4,5 cm e no máximo 6,5 cm. Esse espaçamento evita que a cabeça, o ombro do bebê ou a mão fiquem presos;

- Quando houver grade lateral ajustável, ou seja, que pode subir ou descer por uma guia, essa guia não deve permitir que a criança prenda o dedinho;

-No caso dos berços com o estrado ajustável, quando este estiver na posição mais alta, a altura mínima de qualquer lateral do berço deverá ser de 30 cm, que é a altura indicada para os bebês menores, que não têm altura nem conseguem se jogar através das grades;

- Quando o berço tem a lateral ajustável, a altura máxima dessa lateral será de 30 cm na sua posição mais alta e 22,8 cm na posição mais baixa, que é a situação quando a mãe está junto ao bebê, colocando-o ou tirando-o do berço;

- Quando alguma parede do berço é feita de tela, o espaçamento mínimo dos furos deverá ser de 7 mm e não deve permitir que um equipamento que simula o dedo do bebê passe por esses furos;

- Ao comprar seu berço fique atento aos espaçamentos mínimos e máximos que a estrutura do berço deve ter. Atenção especial ao espaçamento da grade lateral, que deverá ter, no máximo, 6,5cm e ao espaçamento entre o estrado e as laterais, que deverá ser de, no máximo, 2,5cm.

 

Em relação ao estrado:

- A distância máxima entre as ripas do estrado deve ser de 6 cm. Se a distância for maior que 6 cm o bebê pode prender a perna ou o braço,

 

Informações Gerais:

- Se a embalagem do berço não apresentar as informações mínimas exigidas na norma, há grande probabilidade do fabricante não segui-la. Compre berços que contenham as informações exigidas, e apresentem manual de instruções com telefone de contato, para o caso de dúvidas;

- A altura mínima das laterais do berço é de 60cm, a partir do estrado, de modo que a criança não consiga se jogar por cima das grades laterais ou das paredes;

- Evite comprar berços que contenham partes que possam prender a criança, tais como braçadeiras, suportes e “orelhas” nas cabeceiras.  As partes laterais do berço devem ser livres de partes pontiagudas ou destacáveis que possam prender a roupa do bebê.

 

Além desdás recomendações sobre o berço em si, vale a pena atentar às recomendações da American Academy of Pediatrics onde é proibido protetores de berço, almofadas, travesseiros, muito menos bichos de pelúcia. O colchão tem que ser firme, ocupando todo o espaço interno no berço, sem vãos nas laterais. E ele tem que ficar reto, e não inclinado.

Há muito tempo, médicos americanos vêm estudando a morte inesperada de bebês em seus berços. Ela pode ser provocada por asfixia, sufocação e trauma. Pediatras analisaram milhares de casos de acidentes e mortes de bebês nos Estados Unidos. Em sete anos, 32 bebês morreram sufocados ou estrangulados pelos laços que amarram os protetores.

Por isto, prefiram um berço seguro a um berço bonitinho!!

 
Vídeo Faça Certo – Berço Infantil do Inmetro